(21) 2235-2547 | 99805-5902 contato@psiclinicas.com.br

Por Juliana Câmara – Jornal Extra

RIO – A maior inimiga do meu bem-estar hoje é a dor na cervical. Por mais que os exercícios físicos amenizem, as horas passadas em frente ao computador e o estresse do dia a dia fizeram com que ela tenha se tornado uma companheira constante. Assim, fiquei bastante curiosa para experimentar a moxabustão – uma técnica da medicina chinesa – que pode ter diversas indicações, inclusive para o tratamento de dores.

Psiclínicas Aridinéa Vacchiano - Moxabustão

Psiclínicas Aridinéa Vacchiano – Moxabustão

Quando cheguei à Psiclínicas, em Copacabana – num fim de tarde de sexta-feira, em que eu carregava na cervical o peso do cansaço de toda uma semana – a psicoterapeuta Aridinéa Vacchiano me explicou que a moxabustão é baseada na combinação do calor com o extrato de artemísia, aplicada sobre os pontos dos trajetos dos meridianos, linhas imaginárias por onde circula a energia ligada a cada órgão do corpo. O objetivo é equilibrá-la onde o organismo manifesta, por meio da dor, que algo está indo mal. Pode tratar artrite, reumatismo, cansaço, depressão, extremidades frias e cervicalgia (opa!), entre outros problemas. Até na estética ela tem aplicação, para amenizar as rugas. A longo prazo, a promessa é de mais disposição, sensação de relaxamento e bem-estar.

Na verdade, a doutora Aridinéa insere a moxa num tratamento mais amplo, que utiliza ainda técnicas como shiatsu, acupuntura, homeopatia e terapia, dependendo da necessidade de cada um. A filosofia é a de cuidar do problema na origem. A artemísia é usada em diversos formatos: em carvão (feito do caule da planta), lã (a folha desidratada) e incenso.

Durante todo o tempo em que ouvia as explicações, eu estava sentada numa sala de consultório médico convencional.

– Pronta para experimentar a moxa, Juliana? – E a doutora Aridinéa diminuiu as luzes e colocou uma música relaxante.

Deitei de bruços numa maca para massagens e a especialista acendeu o carvão de moxa e começou a aproximá-lo da minha cervical, sempre perguntando se a temperatura estava boa. Depois de um tempo, ela também colocou o bastão próximo da lateral do dedão do meu pé, dizendo que aquele ponto era correspondente à cervical. Além do calor com a moxa, a médica massageou meus ombros e minha cervical. A sessão dura uma hora.

O alívio foi considerável. Talvez a massagem tenha ajudado a potencializar os efeitos da técnica e, apesar de a dor ter cedido consideravelmente, acredito que precisaria de um tratamento a médio prazo para resolver o problema de vez. O que mais me chamou a atenção, no entanto, foi a sensação de ter as energias renovadas. E eu, que entrei no consultório me arrastando e desejando minha cama em plena sexta-feira à noite, saí de lá pronta e animada para um cineminha com as amigas.

Serviço: Moxabustão

Psiclínicas: (21) 2235-2547 | 99805-5902
Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 788, Grupo 1001/1004, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ

Matéria original: http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/nos-testamos-moxabustao-para-relaxar-aliviar-as-dores-1602411.html#ixzz3t658AK1u